Porque eu parei de tomar Roacutan (Isotretinoína)

O instituto Raquel Leira de pesquisas sobre pele oleosa confirma: 100% das mulheres que tem pele oleosa gostariam de ter menos cravinhos e poros. 😂😂😂😂😂 E em busca dessa pele de porcelana lisinha eu já fiz quase todo o tipo de tratamento, entre eles a Isotretinoína, que é o princípio ativo do Roacutan.

O que é Roacutan e como funciona

Roacutan é o nome comercial de um medicamento, originalmente produzido pelo laboratório Roche. É indicado no tratamento da acne nodular e severa. 80% dos pacientes que se submeteram ao tratamento com Roacutan tiveram resultados eficazes, sem retorno da acne. (E essa estatística é de verdade!)

Capsulas de isotretinoína, roacutan

A isotretinoína, que é o princípio ativo do Roacutan, é um retinoide, isso é, um derivado da vitamina A. Ela age, basicamente, reduzindo o tamanho das glândulas sebáceas e a quantidade de óleo que elas produzem. Isso faz com que a isotretinoína seja um tratmento eficaz e muitas vezes definitivo para casos de acne severa.

Roacutan é conhecido também pelos severos efeitos colaterais que pode causar, como aborto e má formação de fetos. Por isso, durante o tratamento com Roacutan, a gravidez é PROIBIDA! Outros efeitos colaterais ligados a isotretinoína são o ressecamento excessivo da pele, desmacação dos lábios, dores no corpo, problemas de visão e até a doença de Chron.

O laboratório Roche sofreu tantos processos que retirou o Roacutan (Accutane) do mercado dos EUA.

Como eu tomei Roacutan

Meu tratamento foi de dose ultra baixa, apenas para diminuir a oleosidade da pele. Eu tomava duas capsulas de 20mg por semana, uma na segunda-feira e outra na quinta-feira.

Efeitos colaterais

Eu não tive nenhum efeito colateral grave. A única coisa foi o ressecamento e descamação dos lábios. Sempre no dia posterior a ingestão do comprimido, os lábios ficavam MUITO secos. Na verdade em alguns dias eu brincava que nem tinha lábios mais, só carne viva cheia de hidratante labial. Fico imaginando se fosse um tratamento protocolar, tomando todos os dias, qual seria o resultado…!

Teve um efeito colateral que eu AMEI, que foi a redução da transpiração e da oleosidade na raiz do cabelo. Eu sempre transpirei MUITO, do tipo que tem que ficar cuidando pra não fazer as famosas pizzas de suor nas roupas sabe? Durante o tratamento, a redução da transpiração foi ENORME, e eu adorei! hahahaha
O cabelo também, está sempre com a raiz colada na cabeça, fazendo com que eu seja usuária viciada de shampoos secos. Com a isotretinoína, a raiz do cabelo ficava sequinha e limpinha por mais tempo.

Aliás… o ressecamento acontece basicamente no seu corpo inteiro. #entendedoresentenderao

Pele perfeita X Paranóia

Sim, a pele fica perfeita. Em 6 semanas de tratamento eu tive resultados que não consegui em ANOS de tratamento tópico. É de dentro pra fora mesmo!
A pele do meu rosto ficou fininha, lisinha, SEM CRAVOS e sem brilho.

A medida que a minha pele ia melhorando, a minha paranóia ia aumentando. Sim, porque qualquer coisa diferente que eu sentia, saia correndo feito louca pra pesquisar se era efeito colateral do Roacutan. Sim, qualquer coisa. Espirro, dor de cabeça, soluços, dores nas juntas, cansaço (mesmo que eu estivesse dormindo pouco e trabalhando umas 15 horas por dia, aham, eu achava que o Roacutan poderia estar me deixando cansada…)

Sem falar que todo mundo com quem eu conversava sobre isso tinha uma reação MUITO negativa ao ouvir que eu estava tomando isotretinoína. Louca, doida, e inconsequente foram alguns dos adjetivos que me foram atribuídos. Mas eu estava tão feliz com os resultados que era fácil ignorar todo mundo.

Mas a paranóia seguiu comigo até umas poucas semanas depois de eu parar com o remédio. Até hoje eu acho. É muito provavelmente se eu tiver algum problema de saúde no futuro (Deus proteja!!!) é capaz de eu achar que ele pode talvez, quem sabe, ter sido causado pelos 2 comprimidos de Roacutan que eu tomei por semana.
É o efeito das pesquisas feitas no Google na vida da gente…
Aliás, eu recomendo esse artigo aqui, que me ajudou bastante a lidar com isso. (Gente, 2 comprimidos por semana, sem paranóia né?!)

Isotretinoína e Câncer

Enquanto eu estava fazendo o tratamento com isotretinoína, uma amiga veio me dizer que eu era louca! Que não tinha necessidade de tomar um medicamento tão agressivo, já que não tenho acne severa e também que a isotretinoína era altamente cancerígena. O marido dela ainda complementou: Algumas pessoas ficam tão fixadas com pequenos defeitos, inventam tratamentos e cirurgias desnecessárias, só por estética. Essas pessoas precisam mesmo é de cirurgia plástica no cérebro.
E foi essa parte que me incomodou!

Chegando em casa resolvi dar uma pesquisadinha sobre isso. O fato é que o Roacutan não é um remédio que causa câncer. Na verdade, ele foi originalmente desenvolvido para tratamento do câncer. Exatamente, a isotretinoína é um quimioterápico, da década de 80.
Durante as pesquisas, os responsáveis notaram o efeito da isotretinoína na redução da produção de sebo e diminuição das glândulas sebáceas. O laboratório iniciou testes e constatou que a substância era de fato eficaz no tratamento e remissão da acne severa. BAM! Foi lançado nos EUA o Accutane (nosso Roacutan).

Apesar de não ser amplamente utilizada no tratamento do câncer, pois já existem medicamentos mais modernos, a isotretinoína ainda é utilizada como tratamento para alguns tipos de câncer de pele e neuroblasma em crianças.
O que muda é a dosagem. E é por isso que os alguns dos efeitos colaterais do Roacutan são os mesmos da quimioterapia – cansaço excessivo, dores no corpo, dores nas juntas, queda de cabelo (em alguns casos), ressecamento, etc.

Plástica no cérebro

Algumas pessoas deveriam fazer plástica no cérebro. Arriscam a saúde por causa de beleza, de vaidade.
E quando eu ouvi essa frase, me senti envergonhada.

Por que eu estava tomando um remédio tão agressivo? Por poros menores, menos cravinhos, pele sequinha, efeito porcelana? A que custo? Pra controle de oleosidade, a isotretinoína não é um tratamento definitivo. A dermatologista já tinha me falado sobre isso. Durante o tratamento a pele vai ficar perfeita. Algum tempo depois que você para de tomar, ela vai voltando ao normal, fazendo que o tratamento tenha que ser constante, caso você queira um efeito duradouro.

E isso vai contra tudo o que eu acredito. Como que eu meti nessa? Eu não gosto de tomar nenhum tipo de remédio. Eu evito ao máximo. Costumo ter enxaqueca de vez em quanto e até quando está insuportável eu prefiro tentar resolver ficando quietinha num ambiente escuro, ao invés de tomar remédios.
Mas pra minha pele eu abri essa exceção, sem nem perceber. E que decepção comigo mesma!

Quando as pessoas falavam que eu estava fazendo um tratamento agressivo e desnecessário – principalmente meu marido que não conseguia mais me beijar, já que a minha boca estava toda podre e machucada – eu dizia que não tinha importância, que a dose era baixa mesmo. Mas quando eu vi que era tudo apenas por vaidade, que vergonha! Tomando uma medicação que faz mal pra saúde por menos oleosidade e poros menores. Por que? Porque eu queria sair melhor nas selfies? Porque eu queria uma maquiagem durasse mais tempo? Porque eu queria um nariz lisinho? Isso me fez pensar nos limites que eu estava cruzando, e se valia a pena tudo isso. #vergonha

Por fim…

Parei. Na metade do tratamento.
E uma semana depois, a minha pele voltou ao normal.

Algumas fontes

http://remediosperigosos.blogspot.com.br/p/blog-page.html
http://dermatologytimes.modernmedicine.com/dermatology-times/news/isotretinoin-s-discovery-and-development

A Short History of Accutane


http://chemocare.com/chemotherapy/drug-info/accutane.aspx
https://www.drugs.com/answers/can-accutane-cause-leukemia-360619.html

Why You Must Say No to Accutane for Your Long Term Health

Raquel Leira

7 Comments

  1. Entendo o seu ponto de vista e compreendo, mas acho que não se aplica a todos, eu por exemplo.

    Tomei 5x Roacutan na dosagem normal, e todas essas 5 vezes por mais que eu sofria com os terríveis efeitos colaterais, me sentia muito bem com a auto estima alta por ver o meu rosto livre de espinhas (com pus, não cravos), vermelhas, inflamadas e doloridas em uma pessoa de cor clara. Infelizmente todas essas vezes a acne voltou e aqui estou eu mais uma vez lendo sobre esse tratamento em doses baixas e me deparei com esse post seu que me fez repensar sobre o assunto, mas ainda sim me parece ser a única solução. Acho que para quem tem eventuais espinhas e cravinhos, que são praticamente invisiveis esse tipo de tratamento é sim uma “vaidade”, mas para quem realmente sofre com acne acho que vale a pena tentar. É só minha opinião.

    Gostaria de saber como você fez esse tratamento, simplesmente propôs ao seu dermatologista e ele te receitou?

    att, Rafael.

    • Oi Rafael, tudo bem?

      Na verdade, quem propôs o tratamento foi a minha dermatologista.
      Eu tenho a pele muito oleosa. Não tenho acne e nem espinhas. Mas tenho MUITOS MUITOS cravos, que deixam meu rosto e principalmente o meu nariz com aquela aparência de “morango”, sabe?
      Mas ela só sugeriu a isotretinoína depois que eu já tinha feito uns 2 anos de tratamento tópico com ácidos e tal, mas sem ter muito efeito.

      Mas é como eu disse.. assim que eu parei com o Roacutan, em umas duas semanas eu já estava cheia de cravinhos de novo… algumas pessoas ficam livres pra sempre.. outras acabam tendo que usar por mais tempo.

  2. adorei o seu pensamento! lendo sua publicação, me identifiquei muitooo, e me fez pensar no que eu acreditava como certo e que deixei de lado por causa de vaidade e aparência…

    • Sim! E sabe qual a pior parte? Eu estava tão empolgada em ter uma pele porcelana que eu sequer me preocupei com o tipo de medicação que estava tomando. Ter uns cravinhos no nariz não é o fim do mundo. (já que no meu caso eu não tinha e nem tenho acne severa…)

  3. Raquel, tbm tenho a pele extremamente oleosa e tratamento tópicos não funcionam pra mim, parece até que pioram dps que paro.
    Vc é do RJ? Se sim me passe o contato da dermato pq nenhum que eu vou acha necessário o tratamento com isotretinoína, queria tentar com dose baixa pelo menos.
    Obrigado

    • Oi Daniel, tudo bem?
      Sou de Curitiba…

      Que tipo de tratamento tópico você faz? Usa ácido?
      Estou com a oleosidade bastante controlada usando a minha formulinha manipulada (agora no inverno eu mudo pra ácido retinóico) e estou alternando a linha da Vichy normaderm com actine. Estou bastante satisfeita com o resultado. Não é nenhum milagre, ainda tenho MUITOS cravinhos, mas aquela sensação de pele sebosa e brilhosa melhorou muito!

      Vale lembrar que a minha dermato só sugeriu a isotretinoína depois de uns 2 anos de tratamentos tópicos. Eu a visito a cada 3 meses pra rever e atualizar as fórmulas.

      Boa sorte aí!

      • Tirando a pele oleosa, tudo bem rsss
        Já usei tanta coisa…tantos ácidos…o problema é que minha pele é extremamente sensível, não consigo prolongar o tratamento com ácido nenhum.
        Sabonete já usei Vichy, la roche, dermotivin, eles funcionam muito bem por uma 1 hora, após isso já volta o aspecto sujo.
        Fui em outra dermato semana passada pra mais uma tentativa, ela passou dermotivin 2x ao dia + belpele em dias alternados. Indicou o belpele pq disse ser bem fraquinho, passei bem pouco por dois dias alternados e hoje acordei com as bochechas doloridas e ardendo, vou ficar 3 dias sem usar para ver se melhora.

        Meu couro cabeludo é outra coisa desastrosa, estou usando cetoconazol 2x na semana, detox tresseme todos os dias e condicionador uso vinagre com agua, está dando uma melhorada mas nada milagroso.

        Obrigado pela atenção

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *